Páginas

Panorâmica Santa Luzia-PB

Panorâmica Santa Luzia-PB

Renascendo das cinzas

Renascendo das cinzas
SOS Açude Velho

Novo Point da Juventude de Santa Luzia-PB

Fique Bem Informado - Santa Luzia-PB

Fique Bem Informado - Santa Luzia-PB
Não Seja O Último A Saber

Pesquisar este blog

Carregando...

MSN

Santa Luzia-PB,

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Servente é preso acusado de violentar menino de 10 anos

O servente de pedreiro  Iremar Odilon dos Santos, 40 anos, que mora no conjunto Costa e Silva em João Pessoa foi preso em flagrante na noite de ontem  por agentes civis da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Infância e a Juventude da Capital. Ele está sendo acusado de abusar sexualmente do seu enteado, um garoto de apenas 10 anos. Há informação ainda não confirmada pela polícia de que o servente de pedreiro é portador do vírus da AIDS e pode ter passado a doença para a criança.

A delegada de Repressão aos Crimes Contra a Infância e a Juventude, Joana D´Arc Sampaio Nunes explicou que o caso já vinha acontecendo há cerca de dois anos quando o acusado mantinha uma relacionamento amoroso com a mãe da criança. A mulher desconfiou de  que o companheiro estava fazendo algo de errado com o seu filho e   ao invés de denunciar o caso à polícia resolveu se separar dele.

Mesmo depois da separação há ,mais de um ano,  o servente de pedreiro, continuava abusando do garoto, porque ele tem uma filha com  mãe do menino e a garota levava a criança até a casa dele no Costa Silva onde ele praticava o abuso.

De acordo com a delegada a última vez em que o acusado abusou sexualmente do menino foi na última sexta-feira. Joana D´Arc explicou que a violência foi tanta que o menino teve o ânus dilacerado. O caso só chegou ao conhecimento da polícia depois que uma irmã do menino viu que  ele estava um pouco deprimido principalmente quando via pela televisão casos de abusos sexuais contra crianças.

A irmã do garoto resolveu conversar com ele e o menino contou tudo o que o seu padrasto vinha fazendo.  Assim que soube da história, a irmã da vítima veio até a Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Infância e a Juventude e contou tudo.

De imediato a delegada Joana D´arc Sampaio Nunes encaminhou o garoto
ao Departamento de Medicina Legal para que ele fosse submetido a exames ao mesmo tempo em que determinou aos agentes que fossem até a casa do acusado e o prendessem.

Devido a violência sofrida, depois dos exames, o garoto foi encaminhado ao Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, onde permanece internado. Iremar Odilon dos Santos foi autuado em flagrante por atentado violento  ao pudor de acordo com o artigo 214 do Código Penal Brasileiro. Além desse artigo ele poderá pegar outros agravantes e a pena pode varia de 6 a 15 anos de reclusão.

Ao comentar sobre o fato da mãe do garoto não ter denunciado o acusado à polícia, a delegada Joana D´Arc Sampaio Nunes explicou que nesse caso existe uma série de fatores  sócio-econômicos e culturais que impedem que muitas vezes a vítima ou testemunhas  de tomar esse tipo de atitude. “Às vezes essas pessoas dependem financeiramente dos acusados e em outros casos são ameaçados de morte” comentou a delegada.

Paraiba.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Faça aqui seu comentário sobre essa matéria.

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Arquivos